24 de julho de 2019

Qualis CAPES Sillogés

Prezadas(os) colegas, 

É com prazer que informamos a nova classificação Qualis CAPES para periódicos, na qual a revista Sillogés obteve a avaliação A4. 

A lista de publicações, autorizadas pela CAPES, está no link abaixo.

Agradecemos a todos os colegas autores, avaliadores, editores e leitores por terem colaborado para que a Sillogés alcançasse esse conceito. O conceito apenas retrata o esforço da Equipe Editorial e GT Acervos em proporcionar um espaço de discussão e análise sobre fontes historiográficas, acervos e locais de memória, no qual está gerando frutos! 



Grande abraço e até o próximo número!

12 de junho de 2019

VII Dos Ofícios de Clio - Patrimônio e Memória em Risco

VII Dos Ofícios de Clio - Patrimônio e Memória em Risco

21 e 22 de outubro de 2019

Programa de Pós-Graduação em História - Unisinos

Em sua sétima edição, o evento Dos Ofícios de Clio se propõe debater, em vista de muitos acontecimentos nacionais e internacionais, os riscos que sofrem nosso patrimônio e, por conseguinte, nossa memória. Com o tema Patrimônio e memória em risco: os desafios do século XXI, o evento quer congregar discussões e promover o debate acerca da situação dos bens culturais, sejam eles materiais ou imateriais, bem como suas dinâmicas e relações. Em um momento onde a história e a memória parecem temas tão caros, o GT Acervos: História, Memória e Patrimônio e o Programa de Pós-Graduação em História da Universidade do Vale do Rio dos Sinos querem, justamente, discutir os riscos que correm o patrimônio e a memória quando se vivenciam tempos de apagamentos e esquecimentos.

As inscrições para comunicadores de trabalhos acadêmicos nas áreas de História, História da Arte, Museologia, Arquivologia e Ciências Humanas em geral estará aberta entre 11.06.2019 e 21.09.2019). O evento aceitará inscrições para comunicações de trabalhos que contemplem:

1. Trabalhos acadêmicos (graduandos, pós-graduandos e profissionais) que envolvam o uso de diferentes tipos de fontes suas pesquisas;

2. Ações pedagógicas voltadas para Educação para o Patrimônio e/ou uso de fontes arquivísticas sob guarda das instituições de memória do RS.


Maiores informações em: https://gtacervos-rs.wixsite.com/viidosoficios

6 de maio de 2019

Chamada para artigos - História da Saúde: Instituições Patrimônio e Acervos

CHAMADA PARA ARTIGOS

Prezadas(os) colegas!

Informamos que a Revista Sillogés - http://historiasocialecomparada.org/revistas/index.php/silloges/ - abriu chamada de trabalhos para o dossiê História da Saúde: Instituições, Patrimônio e Acervos, proposto pela Profa. Dra. Ana Paula Korndörfer (PPG História/Unisinos), Prof. Dr. Daniel Oliveira (UFRGS/Unisinos) e Profa. Dra. Maria Marta Lobo de Araújo (Universidade do Minho/Portugal)

O prazo final para o dossiê é 15 de Outubro de 2019.

Contamos com sua colaboração através de artigos ou resenha relacionados a essa importante temática de nossa historiografia. Lembramos que a Sillogés recebe também artigos e resenhas de diferentes temas em fluxo contínuo.

Abaixo, mais detalhes sobre a proposta de dossiê.





Ao longo de cerca de quatro décadas, a História da Saúde vem se constituindo como um campo de pesquisa robusto, evidenciado pela grande quantidade de estudos produzidos e pelo vasto número de pesquisadores, pela diversidade de olhares, bem como pelo aprofundamento teórico e metodológico dedicado às análises sobre os temas. Os espaços temporais e geográficos são os mais diversos, assim como as conexões e interfaces com outros campos da História e, até mesmo, com outras ciências: Sociologia, Antropologia, Medicina, Enfermagem, Psicologia, Arquitetura, Religiões e tantas outras. O presente dossiê, que visa marcar e comemorar os 15 anos de existência do Grupo de Trabalho História e Saúde da Associação Nacional de História, seção Rio Grande do Sul (Anpuh-RS), em parceria com o Grupo de Trabalho Acervos – História, Memória e Patrimônio – Anpuh-RS, também busca, simultaneamente, publicar estudos recentes do campo, em nível regional, nacional e internacional, privilegiando produções dedicadas às Instituições, Patrimônio e Acervos ligados à esfera da saúde, das doenças e da medicina.    

27 de novembro de 2018

Chamada para Artigos - Dossiê História da Educação e Espaços de Pesquisa

CHAMADA PARA ARTIGOS

Prezadas(os) colegas!

Informamos que a Revista Sillogés - http://historiasocialecomparada.org/revistas/index.php/silloges/ - abriu chamada de trabalhos para o dossiê História da Educação e Espaços de Pesquisa: Arquivos, Acervos e Museus, proposto pelo Prof. Me. Eduardo Cristiano Hass da Silva (PPGEdu/Unisinos), Profa. Dra. Dóris Bittencourt Almeida (PPGEdu/UFRGS) e Profa. Me. Bárbara Virgínia Groff da Silva (PPGEdu/PUCRS).

O prazo final para o dossiê é 15 de Abril de 2019.

Contamos com sua colaboração através de artigos ou resenha relacionados a essa importante temática de nossa historiografia. Lembramos que a Sillogés recebe também artigos e resenhas de diferentes temas em fluxo contínuo.

Abaixo, mais detalhes sobre a proposta de dossiê.



O dossiê tem por objetivo reunir e apresentar pesquisas em História da Educação. Este campo de pesquisa possui como característica principal ser um espaço fronteiriço e interdisciplinar, congregando pesquisadores(as) de variadas formações acadêmicas para pensar e investigar assuntos relacionados com a educação. Dessa forma, historiadores(as) são convidados a debater e pesquisar em conjunto com outros investigadores(as), possibilitando articular distintos temas e metodologias de pesquisa. O enfoque desse dossiê está nos acervos, arquivos e museus que salvaguardam documentos, em diferentes suportes materiais, referentes a essa temática, em caráter internacional, nacional, regional ou municipal. À vista disso, pretende-se congregar trabalhos de pesquisadores(as) de diferentes cursos e instituições que estão pesquisando e/ou interessados nessa área, permitindo o intercâmbio de experiências de pesquisas acadêmicas e funcionando como desencadeador de novas propostas de investigação.


5 de outubro de 2018

Prorrogação Chamada para Artigos - Dossiê Escravidão e pós-abolição: acervos, fontes e lugares de memória

PRORROGAÇÃO CHAMADA PARA ARTIGOS 

Prezadas(os) colegas!

Informamos que a Revista Sillogés - http://historiasocialecomparada.org/revistas/index.php/silloges/ - prorrogou a chamada de trabalhos para o dossiê Escravidão e pós-abolição: acervos, fontes e lugares de memória, proposto pelo Prof. Dr. Paulo Roberto Staudt Moreira (PPGHis/Unisinos), Prof. Dr. Ênio Grigio (IFFarroupilha) e Prof. Dr. Vinícius Pereira de Oliveira (IFSul).

O prazo final para o dossiê é 15 de Novembro de 2018.

Não deixe de enviar seu artigo ou resenha relacionados a esta instigante e relevante temática de nossa historiografia.


Chamada de artigos – Dossiê Escravidão e Pós-Abolição: Acervos, Fontes e Lugares de Memória

Sem sombra de dúvida a historiografia sobre as experiências negras no passado, seja no período da escravidão ou do pós-abolição, tem se destacado pela qualidade e quantidade. Dialogando com demandas sociais contemporâneas, tais produções acadêmicas se desenvolveram em um campo interdisciplinar, formado pelo salutar diálogo entre a história, antropologia, museologia, arquivologia, educação, etc. Trata-se de um campo vasto e com tendências a transdisciplinaridade, que tem enfrentado temas plurais, como família, associativismo, imprensa e intelectuais negros, trajetórias individuais e familiares, saúde, religiosidades, experiências laborais, comunidades remanescentes de quilombos, memórias sobre o cativeiro e o pós-abolição, práticas educacionais e letramentos. Pensamos que mais do que descobrir e inventar novas fontes, os pesquisadores têm se beneficiado do refinamento da crítica metodológica ao uso das mesmas. Isso, somado do enfrentamento a uma saudável tendência de cruzamento de fontes, tem permitido a construção de densos contextos históricos. A proposta desse dossiê é pensarmos sobre os suportes de nossas investigações: as fontes que temos manejado, as instituições em que elas são custodiadas, as metodologias usadas. Destacamos que pensamos em documentos e acervos públicos e privados, patrimônios materiais e imateriais, fontes orais e escritas, lugares referenciais de memória e pertencimento.

Prazo para envio de artigos e resenhas: 15 de outubro novembro de 2018.